África do Sul procura investidores para mega-central solar no Cabo do Norte

0
62
Central Solar

Central SolarO Estado sul-africano agendou uma conferência internacional para final deste mês durante a qual convidará investidores a financiarem a construção de uma central solar capaz de produzir 5.000 megawatts de electricidade.

 A região identificada para a construção da central solar, que terá uma vasta área de painéis fotovoltaicos, situa-se perto de Uppington, no Norte do Cabo, onde existem vastas extensões de terra sem qualquer uso alternativo e onde o Sol brilha durante grande parte do ano.
 Sendo de momento o principal gerador e fornecedor de energia eléctrica, 90 por cento (ou 36 mil megawatts) da qual gerada a partir da queima de carvão, com a excepção da que é gerada na central nuclear de Koeberg, o Estado sul-africano pretende acelerar o seu programa de energias renováveis, que está claramente atrasado relativamente a muitos países com o mesmo grau de desenvolvimento.

 Só recentemente o governo abriu as portas aos privados para geração de energia que possa ser injectada na rede pública e elaborou um programa de desenvolvimento de energias renováveis, apesar de ter adjudicado a construção de duas novas centrais de geração a carvão nas províncias do Limpopo e Mpumalan-ga para debelar o défice agudo de produção com que se debate.
 A província do Cabo do Norte é reconhecida por governantes e peritos como a região ideal para projectos de geração de energia solar e eólica.
 O ministro da Energia sul-africano, Dipuo Peters, que promove a conferência, salienta as condições naturais da zona de Uppington, plana e quase desértica, e com “uma intensidade excepcional de radiações solares.

A Clinton Climate Initiative, uma organização sem fins lucrativos, será uma das participantes da conferência, a realizar a 28 e 29 de Outubro, na cidade de Uppington, e para a qual foram convidados potenciais investidores e especialistas.