A presidente de Os Lusíadas apelou ao perdão, união e colaboração

0
142
Paula de Castro

Paula de CastroA presidente de “Os Lusíadas” apelou ao perdão, união e colaboração como forma de evitar incapacidade de resposta às carências que se vão alastrando na Comunidade.

Depois do sucesso em festas de solidariedade, realizadas a 25 de Maio e 22 de Novembro do ano transacto, a Associação de Bem Fazer “Os Lusíadas” voltou a registar boa afluência na que no penúltimo domingo, 24 de Maio, e com o mesmo cariz promoveu no salão nobre da ACPP, iniciada com um concorrido almoço tipo “buffet”, servido a mais de trezentas pessoas, com praticamente todas as mesas vendidas, e se algumas, poucas, estavam vazias, foi porque os que as deviam ocupar, não ter sido possível comparecer, como antecipadamente alguns se desculparam, devido a compromissos anteriormente assumidos, mas nem por isso deixando de contribuir com o donativo correspondente ao preço estipulado.

 

A música para o convívio esteve a cargo da discoteca Sounds GR.8, que em vídeo preparou para projectar em ecrã gigante colocado no palco para o efeito, a canção com mais de vinte e quatro anos de alguns famosos artistas, incluindo Michael Jackson, e como a mestre de cerimónias, a dra. Elizabete Soares a propósito ali referiu, essa in itulada “We are the World”, que em português quer dizer “Nós somos o Mundo”, é uma canção que ainda hoje continua, passados vinte e quatro anos, a ter tanto significado e relevância, como o teve na altura em que foi composta, destinada a sensibilizar as massas, e através dos fundos angariados auxiliar as vítimas da fome e da doença em África, acrescentando: “Gostaríamos que a ouvissem com atenção, e ponderassem um pouco na mensagem transmitida nas palavras da sua letra, que associando o bem querer ao de bem fazer, nos toca o coração, e podemos comparar em importância ao trabalho que entre nós está a ser efectuado pela Associação de Bem Fazer “Os Lusíadas”, pedindo uma grande salva de palmas para a sua presidente, Paula de Castro, que a seguir chamou ao palco para proferir algumas palavras, a quem elogiou o grande trabalho que com o seu comité estão a fazer.