40.800 moçambicanos recenseados na África do Sul para as eleições gerais

0
67
40.800 moçambicanos recenseados na África do Sul para as eleições gerais

40.800 moçambicanos recenseados na África do Sul para as eleições gerais40.800 moçambicanos foram registados na África do Sul, em quase todas as províncias do país, para as eleições gerais de Outubro próximo em Moçambique.

A informação foi dada a conhecer no âmbito de um encontro conjunto entre os delegados da Frelimo de Pretória e Joanesburgo, realizado nesta  última cidade, baseado a fazer o balanço do processo da eleição do candidato da diáspora africana a deputado  da Assembleia da República e do processo do recenceamento eleitoral. Orientaram a reunião Jonas Fenias Sitoe, primeiro secretário da Frelimo pelo Círculode Gauteng; o alto comissário da República de Moçambique na África do Sul, também quadro sénior do Partido, Fernando Andrade Fazenda; e ocônsul-geral de Moçambique na África do Sul, Luis Adelino da Silva.

Tendo em conta que a África do Sul não conseguiu eleger o candidado a deputado para a Assembleia da República, os membros comprometeram-se a redobrar esforços visando a criação de mais células do partido Frelimo na RSA para que nas próximas eleições possam levar mais delegados à conferência eleitoral e capazes de votar no seu candidato. Em relação ao processo eleitoral, os membros do Partido estão satisfeitos co  o trabalho realizado em termos do número de moçambicanos recenceados, embora tenha havido desafios relacionados com o número não suficiente de brigadas disponibilizadas pelo STAE.

Comprometeram-se assim a empenhar-se na educação cívica dos potenciais eleitores e na sua mobilização logo que a campanha eleitoral comece, para que o partido e o seu  candidato saiam vencedores nas eleições de 28 de Outubro.