37.º Festival da Lusitolândia decorre em Midvaal até 6 de Maio

0
67

 Na quinta-feira, dia 26 de Abril, foi inaugurado o 37º Festival da Lusitolândia nas novas instalações na Cayman Road em Alewynspoort, Midvaal, sul de Joanesburgo, com a presença do presidente da Câmara Municipal local, Bomgami Baloyi, do embaixador de Portugal Manuel de Carvalho, deputado da Assembleia Nacional da África do Sul, Manny de Freitas, presidente do Lusito, Demétrio de Sousa, comendadoras(es), Paula Caetano, Fátima de Castro, Fátima Coelho, Valentina de Gouveia (fundadora do Lusito), José Nascimento, Glberto Martins, João Branco da Fonseca, entre vários convidados para a cerimónia de abertura.

 O padre Pablo, da Igreja Católica St. Patricks, dirigiu algumas palavras, focando sempre o tema do “Amor para com o nosso próximo”, dando no final a sua bênção ao espectáculo.

 O presidente do Lusito, Demétrio de Sousa, deu as boas vindas ao presidente da  Camâra Municipal de Midvaal, bem como a todos os presentes, dando em seguida a palavra a Bomgami Baloyi, que muito sorridente agradeceu o convite, aproveitando a oportunidade para convidar todos a irem morar em Midvaal, porque ali irão encontrar paz, serenidade  e uma boa municipalidade.

 Continuou por dizer que se sentia muito orgulhoso por ter um dos maiores festivais na África do Sul na área da sua municipalidade, prometendo ajudar no que for possível aos organizadores.

 O embaixador de Portugal na África do Sul, Manuel de Carvalho, durante a sua intervenção felicitou a organização pelo bom trabalho, em apenas 15 dias, de montar um festival tão grande, que pode acolher dezenas de milhares de pessoas diariamente. Agradeceu o convite do presidente da Câmara de Midvaal, para vender as suas propriedades no norte de Joanesburgo e mudarem-se para aquele distrito.

 O doutor Manuel de Carvalho disse que não seria possível de momento, porque  a casa onde o embaixador de Portugal vive, pertence ao governo português, mas que o convite ficava gravado.

 Este festival português, considerado um dos melhores na África do Sul, é visitado por cerca de 80.000 pessoas que anualmente ali se deslocam para saborearem a boa culinária portuguesa, um bom vinho português, não esquecendo a tradicional caipirinha.

 O parque de diversões, com um grande Luna Parque para as crianças de todas as idades, estará aberto todos os dias até ao final do festival.

 Além do público poder celebrar a cultura portuguesa, este evento tem como objectivo angariar fundos para a organização do Lusito, que mantém uma escola com 80 alunos física e mentalmente debilitados, que para manter esta escola especializada os custos são muito elevados. Hoje a escola não é somente para portugueses, mas sim para todas as nacionalidades e culturas.em de