1.º grupo de moçambicanos residentes na África do Sul recebe terrenos a 28 de Março em Bovola

0
78
Moçambicanos

MoçambicanosO primeiro grupo das 1500 famílias moçambicanas residentes na África do Sul contempladas na atribuição de terrenos em Bovola, em Marracuene, por parte do governo, vai receber as suas parcelas no próximo dia 28 deste mês, numa cerimónia que poderá contar com a participação do presidente da República, Armando Guebuza; responsáveis administrativos daquela área do distrito de Marracuene; alto-comissário em Pretória, Fernando Fazenda, entre outras individualidades moçambicanas.

A informação foi dada a conhecer pelo cônsul-geral de Moçambique em Joanesburgo, Luis Silva, durante uma reunião nas instalações consulares em Rosebank, com os representantes das comunidades da África do Sul e Lesotho, que contou ainda com a participação do adido consular, Mário Júlio Tembe, tendo como objectivo fazer um balanço das actividades e traçar um plano de acção para o presente ano.

Naquele encontro, foi igualmente feita uma revisão dos estatutos-guias das associações e exigido um grande empenho dos dirigentes associativos quanto ao processo de mobilização dos cidadãos, visando um grande envolvimento no acto de votação nas eleições presidenciais a ter lugar ainda este ano. Aos dirigentes associativos preguiçosos, ou seja, que não fazem nada em prol das comunidades, também foi deixada uma chamada de atenção: serem susbstituidos todos aqueles que apenas se intitulam dirigentes, mas que não têm levado a cabo nenhuma acção. Sabe-se que de cinco em cinco anos as comunidades elegem os seus líderes.

(…)