O Século Online

Roxo Law

Paramount Trailers

Século Triweb Printers

Um milhão de luzes de Natal acenderam-se no Funchal
04-Dez-2017
Destaque

As luzes acenderam-se ao início da noite de sexta-feira. dia 1 de Dezembro, no Funchal, como previsto, dando início ao programa de Natal e Fim de Ano no qual o Governo Regional da Madeira investiu 3,4 milhões de euros.

 “Havia um compromisso do Governo [da Madeira] relativamente às iluminações que iam ser abertas no dia 1 e aqui estão elas abertas”, disse o presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque.

 O governante madeirense já tinha afirmado que, apesar dos atrasos no processo, “nem que tivessem que trabalhar dia e noite” as luzes iam iluminar a cidade no dia 1.

 O chefe do executivo insular também visitou a zona do parque de diversões e do circo, que regressou à marginal da cidade depois de quase duas décadas, considerando que “estar no centro do Funchal é um bom local”.

 Miguel Albuquerque visitou a placa central da Avenida Arriaga, que se torna numa “grande zona de animação” da cidade, salientando que “as coisas estão a correr muito bem” porque a Madeira vai ter uma “boa taxa de ocupação” no Natal e Fim do Ano.

 O Natal e o Fim de Ano são dos principais cartazes turísticos da Madeira, contribuindo para uma ocupação hoteleira de 60 e 88% respectivamente, segundo os números avançados quinta-feira pela secretária regional do Turismo e Cultura madeirense, Paula Cabaço.

 “Tudo se conjuga para termos um Natal feliz”, declarou o responsável madeirense, opinando que “não faz sentido abrir as luzes mais cedo, porque também se perde o espírito de Natal” e “não podemos desvirtuar a Festa do Natal”, contribuindo para que “deixe de ser um evento especial”.

 Para Miguel Albuquerque, as “iluminações estão intrinsecamente ligadas à tradição do Natal da Madeira, à alma do seu povo”.

 Apesar da chuva que tem caí-do, milhares de pessoas, en-tre os quais turistas, convergiram para o centro do Funchal, passeando pela placa central da Avenida Arriaga e a marginal da cidade onde foi instalado pela primeira vez o circo e o parque de diversões, que é outra das atracções da quadra natalícia madeirense.

 O projecto de iluminação do Funchal abrange este ano cerca de um milhão de lâmpadas, 400 esferas tridimensionais e 130.000 metros de micro lâmpadas, com desta-que para os tectos de luz co-loridos colocados nas ribeiras, ruas e o cais da cidade, além dos pinheiros, como o que or-namenta a Praça do Povo, na marginal do Funchal.

 Os 600 anos do descobrimento da Madeira são o principal motivo deste programa, que se prolonga até 7 de ja-neiro e tem como ponto alto o espectáculo de fogo-de-artifício na passagem do ano que irá durar oito minutos e representa um investimento de 976 mil euros.

 Nessa noite, o espectáculo, cuja edição de 2006 figura no Livro dos Recordes (Guiness Book) como o maior espectáculo do mundo, tem previstos 132 mil disparos a partir de 37 postos distribuídos pelo anfiteatro e baía do Funchal.

 O programa de Natal e de fim de ano envolve 2.740 pessoas e inclui também anima-ção musical protagonizada por 58 agrupamentos dife-rentes, desde bandas filarmó-nicas, grupos de folclore e música tradicional em diversos pontos da cidade.

 O presépio, o mercado de Natal na placa central da Ave-nida Arriaga, onde não faltam as barracas com venda de flores, produtos tradicionais e comes e bebes típicos desta quadra, como licores, bolos do caco, e broas, são outras componentes desta iniciativa.

 O investimento do Governo Regional neste programa é de 3,4 milhões de euros com IVA, que inclui também a ilumina-ção do Carnaval de 2018.

 

Edição Impressa

Capa do Jornal

Procurar

Inquéritos

Que temas mais lhe interessam?
 

Newsletter







Roxo Law

Comunidades - O Século de Joanesburgo

Blue Sky
             
Século Triweb Printers
Roxo Law
Blue Sky
Coloque a sua publicidade aqui
Século Triweb Printers
Roxo Law
Blue Sky