O Século Online

Roxo Law

Paramount Trailers

Século Triweb Printers

Cimeira de tecnologia e empreendedorismo reuniu em Lisboa cerca de 60.000 pessoas de 170 países
13-Nov-2017
destaque

O fundador da cimeira de tecnologia e empreendedorismo Web Summit, Paddy Cosgrave, estimou na quinta-feira em Lisboa investimentos de 50 biliões de euros nas ‘startups’ que participaram no evento em quatro anos.

 “Nos últimos quatro anos, 50 biliões de euros foram investidos nos programas das ‘startup’ que participaram”, de investidores vindos de locais como a Índia e a China, disse Paddy Cosgrave, que falava em conferência de imprensa para fazer um balanço da Web Summit, que terminou naquele dia.

 Para o fundador, este é “um número significativo”.

 Aludindo a outros números, referiu que, nos últimos três anos registaram-se “2.000 ‘startups’ a participar [em cada ano] e a investir na Web Summit”, de um total de 100 mil que se candidataram para estar no evento.

 “Ao todo, até 20% do capital de risco aplicado será restituído nos próximos 12 meses”, estimou, frisando que muitas das empresas com potencial de crescimento rápido “vão ter sucesso”.

Paddy Cosgrave admitiu que “mesmo as ‘startup’ com capital de risco e que conseguem investimento […] falham”, mas realçou que “a taxa de sucesso é muito mais elevada”.

 Falando aos jornalistas, o responsável deu também conta que, nesta edição, que terminou quinta-feira no Altice Arena (antigo Meo Arena) e na Feira Internacional de Lisboa (FIL), verificaram-se mais de 2.000 voluntários de todo o mundo, vindos de paí-ses como a Croácia, a Grécia ou o Egipto. Têm, em média, 21 anos e alguns são universitários, assinalou.

 Segundo a organização, nesta segunda edição do evento em Portugal, participam 59.115 pessoas de 170 países, entre os quais mais de 1.200 oradores, 1.400 investidores e 2.500 jornalistas.

 Do total, quase metade dos participantes e mais de um terço dos oradores eram mulheres, adiantou.

 Paddy Cosgrave destacou ainda o “grande esforço de equipa”, elogiando o trabalho da secretária de Estado da Indústria, Ana Teresa Lehmann, que foi “fenomenal” a coordenar a logística do evento.

 Ainda nesse âmbito, salientou que os bombeiros e os polícias presentes no evento “são incríveis” e que a organização do aeroporto de Lisboa  A cimeira tecnológica, de inovação e de empreendedorismo nasceu em 2010 na Irlanda e mudou-se em 2016 para Lisboa por três anos, com possibilidade de mais dois de permanência na capital portuguesa.

 

 

Edição Impressa

Capa do Jornal

Procurar

Inquéritos

Que temas mais lhe interessam?
 

Newsletter







Comunidades - O Século de Joanesburgo

Blue Sky

Consulte o Século desportivo
             
Século Triweb Printers
Coloque a sua publicidade aqui
Blue Sky
Roxo Law
Século Triweb Printers
Coloque a sua publicidade aqui
Blue Sky