O Século de Joanesburgo

Roxo Law

Paramount Trailers

Século Triweb Printers

Desvalorização do rand afecta interesse de investidores estrangeiros pela Bolsa de Joanesburgo
09-Out-2017
economico

Investidores estrangeiros estão a desertar da bolsa de valores de Joanesburgo (JSE), o maior mercado bolsista do continente africano.

 O último trimestre financeiro do ano ainda vai a metade e a saída de capitais da JSE soma já 90.5 biliões de randes (US$6.6 biliões) este ano e que, segundo a estimativa da agência Bloomberg, tudo aponta para que o fluxo de saída de capital venha a igualar o montante de 125.8 biliões de randes registado no ano passado, que foi considerado um recorde para o mercado bolsista sul-africano.

 A Bloomberg considera que “as acções na JSE deixaram de constituir um atractivo para os investidores estrangeiros devido à desvalorização do rande para além de um crescimento anémico da economia do país e a diversos riscos de índole política.

 Acrescenta que “o país res-surgiu de uma recessão económica no segundo trimestre, mas o défice fiscal está a aumentar porque a receita pública está aquém das projecções anunciadas pelo Governo e o ANC caminha seriamente para um forte embate pela liderança da organização em meio a alegações de corrupção, nepotismo e má administração, em particular da coisa pública”.

 “O crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) mantém-se sem grande entusiasmo a cerca de meio ponto percentual, comparativamente a

outros mercados emergentes, o que é extremamente desencorajador”, afirma o analista fi-nanceiro Jaap Meijer, citado pela agência no Dubai.

 “Alguns dos outros mercados emergentes estão a recuperar muito bem enquanto que a África do Sul não está a demonstrar sinais disso”, afirmou.

 

Edição Impressa

Capa do Jornal

Procurar

Inquéritos

Que temas mais lhe interessam?
 

Newsletter









             
Blue Sky
Século Triweb Printers
Roxo Law
Coloque a sua publicidade aqui
Blue Sky
Século Triweb Printers
Roxo Law