O Século de Joanesburgo

Roxo Law

Paramount Trailers

Século Triweb Printers

De Beers suspende operações mineiras na África do Sul devido à burocracia estatal
09-Out-2017
destaque

A empresa mineira De Beers Consolidated Mines (DBCM), subsidiária sul-africana do maior produtor de diamantes do mundo, De Beers, anunciou que suspendeu todos os projectos de exploração mineira até 2018, na Africa do Sul, orçados em 40 milhões de randes por ano, devido ao atraso na aprovação de 54 pedidos de licenciamento pelo Ministério dos Recursos Minerais, alguns dos quais já vão para dois anos.

 Falando à margem da conferência Joburg Indaba Mining, o CEO da DBCM, Philip Barton, revelou aos jornalistas que “temos aguardado pacientemente pelo licenciamento de novas explorações, todavia as autorizações até agora concedidas estão a caducar e estamos a atingir um ponto em que muito possivelmente vamos ter de processar judicialmente o Governo se as conversações com o ministro dos Recursos Minerais, Mosebenzi Zwane, não produzirem resultados”.

 O gestor estima que “se a situação persistir, a este ritmo só teremos uma mina em funcionamento em 2020”.

 No terceiro encontro entre o Governo e as empresas do sector mineiro para resolver o impasse criado pelo recém-nomeado ministro do sector com a nova Magna Carta das Minas, agora suspensa, o ministro Mosebenzi Zwane fez saber que para a atribuição de novas licenças de exploração as empresas têm agora de operar a 51% em sociedade com investidores negros.

 A De Beers diz que não participará em novos projectos no país como investidor minoritário e que, por isso, suspendeu o orçamento que havia já consignado para novos projectos de exploração mineira em 2017 e 2018 até receber as novas licenças aprovadas pelo Governo.

 A multinacional, que anunciou a pretensão de reactivar a produção na mina Venetia, avaliada em dois biliões de dólares, adiantou que vai encerrar também a mina Voorspooed no Free State, em 2020.

 Segundo a empresa, esta mina dispõe ainda de recursos para se expandir a sua capacidade de produção, mas “será um processo dispendioso e um investimento que a empresa já não está disposta a fazer”.

 

Edição Impressa

Capa do Jornal

Procurar

Inquéritos

Que temas mais lhe interessam?
 

Newsletter







Consulte o Século desportivo

Roxo Law

Comunidades - O Século de Joanesburgo
             
Roxo Law
Blue Sky
Coloque a sua publicidade aqui
Século Triweb Printers
Roxo Law
Blue Sky
Coloque a sua publicidade aqui