O Século Online

Roxo Law

Paramount Trailers

Século Triweb Printers

Argentina na lista para comemorações do Dia de Portugal e das Comunidades
19-Jun-2017
Argentina na lista para comemorações do Dia de Portugal e das Comunidades

O primeiro-ministro português colocou na terça-feira Buenos Aires na lista de possíveis cidades para as comemorações do Dia de Portugal, num discurso em que elogiou a vitalidade das mais de duas dezenas de associações portuguesas existentes na Argentina.

 António Costa falava no início de um jantar com a comunidade portuguesa da Argentina, no Clube Português, que está situado num edifício de grandes dimensões do bairro de Caballito de Buenos Aires.

 Antes, o presidente da Casa de Portugal de Buenos Aires, Joaquim Coelho Campina, tinha já desafiado o primeiro-ministro e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, a estarem presentes em 2018, quando esta instituição, com mais de 2.500 associados, comemorar o seu centenário.

 Antes do jantar que juntou cerca de três centenas de portugueses e luso-descendentes - no qual também estiveram os ministros dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, e da Economia, Manuel Caldeira Cabral -, António Costa descerrou uma lápide alusiva à sua presença na instituição e assistiu a um curto espectáculo de tango.

 Num discurso com uma forte carga emotiva, o presidente da Casa de Portugal de Buenos Aires dirigiu-se a António Costa para lhe transmitir uma mensagem: "Gostaria que soubesse que Portugal na Argentina nunca vai morrer. Por todo este país construímos casas portuguesas".

 De acordo com os dados oficiais, o número de portugueses e lusodescendentes registados nos serviços consulares ultrapassa os 30 mil, mas estima-se que existam mais cerca dez mil sem registo.

 A seguir, o embaixador de Portugal na Argentina, Henrique Silveira Borges, deu sequência ao sentimento antes manifestado pelos representantes da comunidade lusa, dizendo que a visita de António Costa constituiu para eles "um forte estímulo".

 "Há muitos anos que não havia uma visita oficial de um primeiro-ministro à Argentina. A sua passagem por aqui é muito importante", declarou Henrique Silveira Botelho.

 Foi neste contexto que o primeiro-ministro colocou depois Buenos Aires na lista de possíveis comemorações do Dia de Portugal, começando por referir que, com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, se inaugurou no ano passado a prática de se celebrar uma parte do 10 de Junho fora do país.

 "No ano passado foi Paris, este ano foi no Brasil (em São Paulo e Rio de Janeiro) e em 2018 será nos Estados Unidos. Certamente que um dia o primeiro-ministro e o Presidente da República vão celebrar o Dia de Portugal com as comunidades portuguesas da Argentina. Esta é a terceira maior comunidade portuguesa da América Latina", salientou o líder do executivo.

 No seu discurso, o primeiro-ministro recebeu palmas quando se referiu às recentes alterações à lei da nacionalidade, dizendo: "Queremos que os vossos filhos e netos mantenham os laços com Portugal".

 António Costa falou ainda da proposta do seu Governo para o recenseamento automático, tendo em vista reforçar a participação de emigrantes em eleições legislativas, mas também a decisão do Governo argentino de introduzir a aprendizagem do português no Básico e no Secundário.

 

* Costa avisa que este é o momento “decisivo” de se avançar para o mercado argentino

 

 O primeiro-ministro defendeu que este é o momento "decisivo" para as empresas portuguesas apostarem no mercado argentino, alegando que se perspectiva para breve um acordo de livre comércio entre a União Europeia e o Mercosul.

 António Costa falava no final da sua reunião com o Presidente da República da Argentina, Maurício Macri, a quem ofereceu uma fotografia que ambos tiraram em 2012 no "Rock in Rio", em Lisboa. Costa e Macri surgem em pal-co a simular estarem a tocar guitarra elétrica.

 Na altura António Costa era presidente da Câmara de Lisboa e Maurício Macri presidente da capital federal argentina, Buenos Aires.

 Na declaração conjunta com o Presidente argentino, em que não houve direito a perguntas por parte dos jornalistas, o primeiro-ministro apresentou Portugal e a Argentina como dois países cujas economias se encontram em processo de viragem.

 "Estamos num momento muito importante de mudança económica na Argentina e em Portugal. Um momento em que as negociações entre a União Europeia e o Mercosul têm um objectivo de conclusão ambicioso até ao final deste ano", começou por referir António Costa.

 Depois, o primeiro-ministro deixou um apelo ao sector empresarial, sobretudo dirigido ao português, advertindo que "este é o momento para se trabalhar já".

 "Quem começa a trabalhar primeiro chega primeiro e tem melhores resultados numa ampla zona de futuro comércio livre entre Europa e Mercosul. Este é um momento em que é decisivo podermos trabalhar juntos para tirarmos o máximo partido possível das oportunidades de investimento na Argentina".

 Ainda de acordo com o primeiro-ministro, este também é o momento para o sector empresarial nacional "aumentar as exportações de produtos portugueses para a Ar-gentina e de se intensificar a complementaridade de muitas produções argentinas com portuguesas".

 "Estou certo que, a partir desta visita, com a reabertura da delegação da AICEP (Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal) e na sequência da missão empresarial que acompanhou esta visita, bem como de outras missões empresariais que já estão marcadas para breve, as relações entre os dois países vão intensificar-se", declarou o primeiro-ministro.

 No final da reunião, apenas foi estabelecido um acordo de livre circulação que incide sobre programas de férias e trabalho para jovens de ambos os países. O acordo assinado entre os governos de Lisboa e de Buenos Aires vai permitir que os jovens portugueses entre os 18 e os 30 anos possam trabalhar e estudar na Argentina por um prazo de um ano, o mesmo se aplicando aos argentinos que se desloquem e Portugal.

 

Edição Impressa

Capa do Jornal

Procurar

Inquéritos

Que temas mais lhe interessam?
 

Newsletter







Comunidades - O Século de Joanesburgo

Roxo Law

Consulte o Século desportivo
             
Século Triweb Printers
Roxo Law
Coloque a sua publicidade aqui
Blue Sky
Século Triweb Printers
Roxo Law
Coloque a sua publicidade aqui