O Século Online

Roxo Law

Paramount Trailers

Século Triweb Printers

Défice orçamental de Angola deverá atingir 5,9% do PIB
29-Mai-2017
Défice orçamental de Angola deverá atingir 5,9% do PIB

A pressão sobre a despesa decorrente da realização de eleições este ano fará com que o défice orçamental de Angola se situe em 5,9% do Produto Interno Bruto (PIB), posto o que tenderá a reduzir-se para se situar em 4,4% do PIB em 2021, de acordo com o mais recente relatório da Economist Intelligence Unit (EIU).

 Os analistas da EIU escreveram ainda que, tendo em atenção a fraca diversificação do tecido económico angolano, a evolução do Produto Interno Bruto continuará a depender da evolução do sector petrolífero, que representa cerca de 95% das exportações do país, podendo antecipar-se um crescimento médio de 2,8% no período 2017/-2021, taxa que compara com a de 4,1% registada no período 2012/2016.

 Os preços manter-se-ão elevados devido à desvalorização continuada da moeda na-cional face às principais divisas, embora se deva assistir a uma redução face aos máximos atingidos em 2016, com a taxa de inflação a registar este ano um valor de 23%, antes de voltar a cair de forma gradual para atingir 7,7% em 2021.

 O relatório obtido pela agência Macauhub adianta que a taxa de desvalorização do kwanza terá tendência a abrandar face aos níveis de 2015/2016 e acrescenta que a dificuldade na obtenção de dólares fará com que o diferencial entre a cotação oficial e a cotação no mercado paralelo tenda a permanecer elevada.

 A EIU escreve também que o Banco Nacional de Angola, que entre Janeiro de 2015 e Junho de 2016 aumentou a sua taxa básica em 700 pontos base, deverá manter como um dos seus principais objectivos a contenção da inflação, sendo de prever novas subidas da Taxa BNA na primeira metade do período em análise, devido ao efeito sobre os preços da fraqueza da moeda nacional.

 No entanto, atendendo ao facto de a Presidência ter uma palavra final em tudo o que se relaciona com as políticas monetária e fiscal, é possível antecipar que pressão política seja exercida sobre o banco central no sentido de adoptar uma política monetária mais acomodatícia, caso crescimento não atinja as taxas previstas quando o preço do petróleo voltar a subir.

 
             
Blue Sky
Roxo Law
Coloque a sua publicidade aqui
Século Triweb Printers
Blue Sky
Roxo Law
Coloque a sua publicidade aqui