O século Online

Roxo Law

Paramount Trailers

Século Triweb Printers

Presidentes dos três órgãos directivos da Casa Social da Madeira reeleitos para novo mandato
29-Mai-2017
Presidentes dos três órgãos directivos da Casa  Social da Madeira reeleitos para novo mandato

Em assembleia-geral ordinária anual, realizada na manhã do penúltimo domingo, 21 de Maio, na Casa Social da Ma-deira de Pretória, foram os presidentes dos três órgãos directivos, comendador Estêvão Rosa na mesa da assembleia-geral, Samuel da Silva na Direcção, e Augusto Baptista Rosa no Conselho Fiscal, reeleitos por unanimidade para continuarem a liderar esses três órgãos directivos por mais um mandato, sinal do bom trabalho que todos eles têm feito, a merecerem um forte aplauso dos presentes nessa assembleia, diga-se em número algo reduzida, como infelizmente se vem verificando um pouco por todos os lados nos nossos clubes

 Parece estar na nossa massa do sangue, alhearmo-nos nestas ocasiões importantes para a vida das nossas colectividades, como é a eleição dos presidentes para as dirigir, a par de nas mesmas se discutirem assuntos de interesse para o seu bom funcionamento, e em contrapartida andarmos nos bastidores a criticar quem, sabe-se lá o sacrifício isso acarreta a alguns deles para nestes tempos, cada vez mais difíceis, em que sistematicamente se verifica a diminuição de aderentes às poucas festas que já vão fazendo, para assim evitarem as despesas que as mesmas acarretam, e desta forma como balões de oxigénio, prolongarem a sua continuidade por mais uns tempos.

É banal quando em assembleias-gerais para escolha de presidentes, ou até outros cargos, nos desculparmos com sobrecarga da actividade profissional, motivos de saúde, razões de ordem familiar, ou ainda ausências planeadas prolongadas, quando na verdade, isto na maior parte dos casos, é apenas e só por comodismo, assim como para nos livrarmos de certos compromissos alegar que vamos colaborar, que podem contar connosco, quando isso não passa de vagas promessas, já que depois nos estamos nas tintas para ajudas, pois o que queremos é que não nos incomodem, mas por outro lado e com o principal, procurar as nossas conveniências.

 Esta é a realidade nua e crua com que hoje se defrontam as nossas agremiações, daí cada vez mais se acentuarem os problemas com que de um modo geral todas se debatem, diremos mesmo por este andar e sem se vislumbrarem melhorias no respeitante a apoios, agravados com o acumular do nosso conformismo e consequente desinteresse, o desfecho poderá gradualmente vir a agravar-se e até ser fatal para algumas delas, especialmente para aquelas que não tenham as suas próprias fontes de receita.

 
             
Século Triweb Printers
Blue Sky
Roxo Law
Coloque a sua publicidade aqui
Século Triweb Printers
Blue Sky
Roxo Law